Raiza Goulão dá dicas de como encarar um rock garden

04, DE MAIO

15, Goulao-Henrique, Raiza, Specialized, , BRA

Os famosos rock gardens (ou jardins de pedra, em português) são aqueles trechos bastante vistos nas provas de renome mundial. O trecho é forrado de pedras, que, inicialmente, parecem impossíveis de passar com uma bike. O rock Garden é considaredo um dos techos mais difíceis do mountain bike e passar por esse obstáculo exige habilidade e técnica.

Para que não haja maiores problemas com o atleta e também com a bike, a atleta Raiza Goulão, brasileira melhor colocada no ranking mundial de MTB XCO e experiente no assunto, deu algumas dicas importantes sobre como encarar o obstáculo:

Faça o reconhecimento antes

Antes de encarar o rock garden de bike, Raiza sugere ir caminhando até o local, dar uma olhada e analisar o percurso. “Sempre terá uma ou duas linhas. Uma mais veloz e outra longa e menos perigosa. Vale a pena estudar e ver outros atletas, como se movimentam, como se posicionam.”

Vá com calma no início

“Nas primeiras vezes recomendo passar com calma e sem muita velocidade. É para descobrir qual é a linha mais fácil e qual a mais veloz. A partir daí ganha-se confiança para ir nas mais rápidas. Não vale a pena entrar de cara em um rock garden que você não conhece e correr o risco de se machucar, porque pode haver pedras em posições que você desconhecia. Isso é o que torna complexo o rock garden.”

Marcha correta

“Não existe uma marcha ideal para atravessar o rock garden. Depende, na verdade, se é em subida ou descida. Nunca temos na cabeça que vamos entrar no rock garden com determinada marcha. Precisa analisar se é subida ou descida, em qual velocidade você está entrando nele e como é a irregularidade das pedras.”

Postura sobre a bike

“Você tem que deixar a bike fluir e tudo tem relação com sua posição no rock garden. Se é na subida, muitas vezes você tem que pedalar de pé. Se é na descida normalmente você joga o corpo para trás da bike. Depende também da quantidade de pedras e do sentido que elas estão, para cima ou não.”

Qual a velocidade?

“A velocidade também vai depender muito se você está subindo ou descendo. Nas primeiras vezes você passa bem lento para analisar as curvas e quando estiver com confiança pode passar com mais velocidade.”

Deve-se frear durante o rock garden?

“Tudo depende da linha que você pega, assim como da velocidade. Você precisa avaliar o tamanho e a dificuldade do rock garden para fazer a escolha certa.”

A escolha do pneu também faz toda a diferença. No caso da atleta e sua equipe, a PMRC Racing Team, eles utilizam nas provas pneus com a tecnologia Textra, patenteada pela fábrica tcheca de pneus, Mitas. A tecnologia, construída com fios de polímero, aumenta a resistência do pneu e evita abrasões e rasgos ao se chocarem contra pedras e galhos. Além da tecnologia Tubeless, que veda o pneu em casos de pequenos cortes e furos. Isso ajuda a dar mais confiança e desempenho para o atleta.

Voltar ao topo